Ir para conteúdo

Aguardente DOC Lourinhã

A Aguardente DOC Lourinhã é produzida aqui, na única Região Demarcada do país somente para a produção de Aguardentes. Surgiu há trinta anos, após terem sido feitos estudos na Estação Vitivinícola de Dois Portos, onde foi testada e confirmada a sua superior qualidade, a qual apenas encontra paralelo, a nível europeu, nas aguardentes francesas das regiões de Cognac e de Armagnac.

 

As vinhas que resultam em aguardente vínica de qualidade com direito à denominação “Lourinhã” são instaladas em solos Mediterrâneos Pardos ou Vermelhos, Normais ou Para-Barros de Arenitos Finos, Para-Barros de Margas e Arenitos Finos Interestratificados e ainda em solos Calcários Vermelhos de Margas, solos Litólicos de Arenitos, Aluviossolos Moderados e Padzois.

 

Estão presentes vários tipos de castas:
Castas Recomendadas Brancas – Alicante, Alvadurão, Boal, Espinho, Marquinhas, Malvasia Rei (Seminário) e Tália.
Castas Recomendadas Tinta – Cabinda.
Castas Autorizadas Brancas – Cercial, Fernão Pires, Rabo de Ovelha, Siria (Roupeiro), Seara Nova e Vital.
Castas Autorizadas Tintas – Carignan, Periquita e Tinta Miuda.

O envelhecimento efetua-se na região, exclusivamente em barris de carvalho com capacidade de até 800 litros.

 

REGIÃO DEMARCADA

O empenho de uns quantos e a elevada qualidade de um produto, fruto do labor de tantos, viu em 1992 o seu mérito reconhecido, com a publicação do Decreto-Lei nº 34/92, de 7 de Março, que estabelece a Região Demarcada de Aguardente Vínica de Qualidade com Denominação de Origem Controlada "Lourinhã".

Constitui a primeira e única Região Demarcada do País somente para a produção de Aguardentes, sendo uma das três regiões no espaço europeu, em posição de igualdade com as célebres aguardentes francesas.

 

Produtores de Aguardente DOC Lourinhã: Adega Cooperativa da Lourinhã e Quinta do Rol